HOME
LED
PARA CASA
PARA EMPRESA
HISTÓRIA
REVENDA
CONTATO
PRODUTOS
BLOG
LOJA ONLINE
Botão para expandir menu
Logo LED Planet Mobile

10 fev 2015

Por

Nenhum Comentário

Aumento de energia elétrica poderá superar 50%, segundo decisões da Aneel

10 de fevereiro de 2015 | Por | Nenhum Comentário

Na ultima terça-feira (3) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostrou que a conta de luz de pelo menos parte da população brasileira poderá subir acima de 50% no ano de 2015. Números estes que contradizem o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, que em Janeiro disse não acreditar que os reajustes chegassem a 40%.

No dia 03 a Aneel autorizou os primeiros reajustes de 2015 e em alguns casos o aumento da tarifa superou os 40% esperados. Cinco distribuidoras são do grupo CPFL e atendem parte do interior paulista e a outra, Energisa Borborema, atua no interior da Paraíba.

O maior reajuste foi autorizado pela CPFL Jaguari: de 45,7% em média.

Para os clientes residenciais e comércios atendidos pela distribuidora o aumento será em média de 39,49%. Já para indústrias e grandes consumidores de energia na área de atuação da empresa, será de 48,85%, em média.

As contas de luz ainda irão sofrer mais alguns impactos este ano, assim como o repasse para tarifa cobrada dos consumidores da conta do fundo CDE por conta do aumento do custo de geração, resultante do baixo nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas – o que poderá fazer com que a alta na tarifa de parte dos consumidores ultrapasse a 50%.

Entenda o que está fazendo a conta de luz subir

Fundo CDE
Também nesta terça, a diretoria da Aneel aprovou a proposta de repasse para as contas de luz de R$ 23,21 bilhões. Esses recursos vão abastecer a CDE, fundo por meio do qual o governo realiza ações no setor elétrico, entre elas o financiamento de programas como o Luz para Todos, subsídio à conta de luz de famílias de baixa renda, compra de combustível para termelétricas e pagamento de indenizações para empresas.

Essa proposta passa agora por consulta pública e voltará a ser analisada pela Aneel. Se for aprovada nos mesmos termos apresentados nesta terça, vai gerar impacto médio de 19,97% nas contas de luz de consumidores do Sudeste, Centro-Oeste e Sul, e de 3,89% para aqueles do Norte e Nordeste.

A Aneel vai fazer uma revisão extraordinária, ou seja, vai aplicar um segundo aumento nas tarifas de todas as distribuidoras em 2015, para fazer o repasse da CDE.

Na revisão extraordinária, será repassada ainda aos consumidores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste a fatura pelo encarecimento da energia gerada por Itaipu, que vai provocar alta média de 6%. Portanto, para essas regiões o impacto médio previsto desse aumento extra na conta de luz é de cerca de 26% (19,97% da CDE, mais 6% de Itaipu).

Por lei, apenas os consumidores dessas três regiões bancam a eletricidade de Itaipu. Além disso, elas arcam com 80% dos gastos da CDE repassados às tarifas. Por isso, para o Sul, Sudeste e Centro-Oeste os reajustes serão maiores neste ano do que para o Norte e Nordeste.

Somados o reajuste aprovado nesta terça, e a previsão de impacto do repasse da CDE e da energia de Itaipu, no caso da CPFL Jaguari a alta na conta de luz pode chegar, na teoria, a 66,67%, em média – para os clientes industriais da empresa pode ser ainda maior, de 68,82%.

O reajuste autorizado para a distribuidora nesta terça já inclui a variação da energia de Itaipu.

Números variam
O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, evitou fazer previsões sobre aumento nas tarifas ao longo do ano. Entretanto, disse que a soma dos impactos do reajuste e da revisão extraordinária é um “raciocínio razoável.”

Esses índices variam para cada distribuidora, portanto não é possível saber com exatidão qual será o aumento da tarifa para os clientes de cada uma delas. O governo também pode tomar medidas nas próximas semanas que levem a um pequeno alívio nos reajustes em 2015.

Rufino afirmou que a alta expressiva nas contas de luz da CPFL Jaguari, aprovada nesta terça, é “um ponto fora da curva.” Ele apontou ainda que o governo deve fazer neste ano o partilhamento, entre as distribuidoras, a preço bem mais baixo que o atual, da energia de algumas usinas hidrelétricas cujas concessões vencem em 2015. Isso deve contribuir para reduzir os próximos reajustes.

 

Fonte: g1.globo.com

Deixe um comentário

-

Ícone Localização Avenida 5A, Cidade nova
Rio Claro - SP - CEP 13506-795

Ícone Telefone (19) 3522 2020

lâmpada LED acesa
LED Planet Importadora e Comércio de Materiais Elétricos LTDA.
Todos os direitos reservados @ 2016
Share This